ÁREA INDIE FOI, DE LONGE, UM DOS MELHORES LUGARES DA BGS 2019

A Brasil Game Show, mais uma vez, dedicou parte de seu espaço à área de jogos indie que, a cada ano que passa, se renova com novos projetos. Na edição deste ano, o setor destinado aos estúdios independentes não apenas cresceu, mas também atraiu a atenção de grandes ícones da indústria, como Hidetaka Miyazaki, criador da série Dark Souls, John Romero, pai dos jogos de tiro em primeira pessoa, e Yoshinori Ono, ninguém menos que o criador da franquia Street Fighter. 

Sob a supervisão de gênios do segmento, os criadores nacionais expunham seus games a todos os visitantes do evento de forma bastante receptiva. Haviam representantes dos projetos para narrar cada detalhe do conceito dos jogos a quem estivesse interessado em parar para conhecê-los por alguns minutos. E dava para ficar horas ouvindo minúcias dos processos de desenvolvimento. 

Eternal Hope

Um dos jogos mais cotados ao prêmio de melhor indie da BGS 2019, Eternal Hope busca influências no que há de melhor no gênero plataforma. A aventura recheada de puzzles mescla a experiência sentimental de Ori and the Blind Forest com um estilo de arte minimalista inspirado em Limbo. Promissor, não?


O estúdio curitibano Double Hit Games já se prepara para lançá-lo em abril de 2020 para Xbox One e PC - o PS4 ficou de fora pela dificuldade de acesso ao devkit. 


Confira a matéria original.



Fonte: Voxel (https://www.voxel.com.br/noticias/area-indie-melhores-lugares-bgs-2019_846137.htm)